Noiva, nós podemos te ajudar a ter um casamento dos sonhos! Receba as principais novidades.

Dicas financeiras para casais/noivos

A maioria das pessoas quando vive com os pais são poupadas de certas responsabilidades, geralmente são nossos pais que resolvem a maior parte dos problemas. Mesmo que a gente dê alguma ajuda a preocupação e responsabilidade principal são deles.
Quando o casal de pombinhos apaixonados resolvem se casar isso inclui assumir algumas novas responsabilidades. Faz parte do “virar gente grande” hehehe. A principal mudança que temos que encarar é a financeira. Administrar bem o dinheiro devemos fazer desde sempre né, mas se não fizemos durante a vida solteira, essa hora chega junto com o casamento.

Vou contar um pouco sobre a minha experiência nesse assunto para tentar ajudar vocês. Como já comentei aqui eu e o Ademir (o noivo) moramos juntos há alguns anos. Alguns meses antes de decidirmos morar juntos começamos a conversar sobre a questão financeira e pensar como seria quando estivéssemos morando juntos, é claro que é impossível prever tudo, mas nós tínhamos uma boa ideia dos gastos que teríamos e como faríamos os pagamentos de cada coisa. Chegamos à primeira dica.

DICA 1: Calcular se a renda do casal é suficiente para manter a casa e a vida que o casal deseja. Lembrando sempre de deixar sobrar um pouco de dinheiro, nunca comprometa todo o orçamento.

Nessa fase também decidimos o que fazer com as nossas contas. O importante é chegar em um comum acordo, conversar e ver o que é melhor para o casal. Não acho que tenha uma opção melhor do que a outra, há vantagens em manter contas correntes separadas e também há vantagens em manter uma única conta conjunta para o casal. Fica a critério de vocês, o importante é ter intimidade suficiente para discutir esse assunto e chegar a um consenso.

DICA 2: Decidir se vão manter contas separadas ou se vão criar uma conta conjunta.

Nós sempre fomos pessoas controladas financeiramente, nunca gastamos sem ter dinheiro para pagar. Eu prefiro economizar por um tempo, guardar uma graninha e pagar à vista do que parcelar e correr o risco de surgir um imprevisto e não termos mais dinheiro para pagar. Eu sei que muita gente não tem o costume de guardar dinheiro e acha que se não parcelar nunca vai comprar nada. Isso me faz lembra da terceira dica rs.

DICA 3: Faça uma poupança. Tenha sempre uma reserva para emergências.

Quando eu li o livro “Casais inteligentes enriquecem juntos”, do Gustavo Cerbasi, vi uma dica ótima que ele deu (vou pegar emprestada hehe). Ele mencionou que muitas pessoas religiosas pagam o dízimo à igreja, mesmo que suas condições financeiras não sejam tão boas, e sugeriu que a gente também desse uma espécie de dízimo à nossa poupança. Achei uma ótima ideia. Afinal 10% do seu salário não vai fazer tanta falta assim e você estará investindo na sua própria vida. Maravilha!
E não me venham com aquela desculpa esfarrapada: “Mas não sobra dinheiro no final do mês para transferir para a poupança”. Pois então você entra no Internet Banking (ou caixa eletrônico) e agenda para todo mês, no dia seguinte do seu pagamento, uma transferência automática do dinheiro que você quer guardar.
Nós não temos que guardar o que sobra (nunca sobra), nós temos que guardar primeiro e usar o que não guardamos.

DICA 4: Transfira para a poupança ao menos 10% do seu salário todo mês.

Gente, mas o mais importante mesmo é conversar sobre o assunto. Se o casal não se entender financeiramente não tem como ter uma vida a dois saudável.

Para esse post não ficar giga vou deixar as dicas práticas para organização financeira para uma próxima postagem, ok?
Então aguardem as próximas dicas. 😉

OBS: Pessoal, lembrando que são dicas baseadas na minha experiência. Eu não sou especialista, nem investidora. São dicas para ajudar o casal a ter um relacionamento saudável nesse fase de mudanças. Se vocês tiverem dicas e sugestões para me dar deixem nos comentários que eu atualizo aqui.

Beijos

| Website

Recém casada e eterna noiva, apaixonada por casamentos e pronta para compartilhar experiências e ajudar outras noivas de Sorocaba e do Brasil.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.